AAPPE entrega cadeiras de rodas e aparelhos auditivos para moradores do Sertão alagoano

Pensando em atender o público do interior alagoano de forma mais próxima, a Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (AAPPE) realizou uma ação de dispensação itinerante em Santana do Ipanema, nesta quarta-feira (18), na unidade AAPPE do município. A ação, que aconteceu em conjunto com o Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/PCD), entregou cadeiras de rodas e aparelhos auditivos. Cerca de 100 cidadãos do Sertão alagoano foram atendidos.

Para a ação, a AAPPE direcionou técnicos de órteses e próteses, fisioterapeutas, o terapeuta ocupacional e coordenador da Oficina de Tecnologia Assistiva – OPM Física, de Maceió, a administradora da oficina, a coordenadora da OPM Auditiva, também da capital alagoana, a coordenadora da unidade de Santana do Ipanema, além de assistentes sociais.

Atendimentos

Um total de 52 pessoas receberam cadeiras de rodas. Já no setor auditivo, 41 usuários que estavam presentes receberam o aparelho. Duas palmilhas e uma órtese que também foram dispensadas.

Acesso ao atendimento

Segundo o Terapeuta Ocupacional e coordenador da OPM, Jesimiel Dã, para ter acesso aos atendimentos e serviços oferecidos pela AAPPE na Oficina de Tecnologia Assistiva, o paciente precisa ir até a unidade, localizada no bairro da Jatiúca, em Maceió, e ter em mãos a documentação original (RG e CPF), comprovante de residência, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e a solicitação médica.

Jesimiel lembra ainda que, em muitos casos, a população não possui o encaminhamento médico, mas que isso, na AAPPE, não é um empecilho. Mesmo sem o documento, a equipe da oficina cuida de todos os processos para que o paciente possa ter acesso aos benefícios.

“Quando o paciente não possui a solicitação médica, nós marcamos uma consulta aqui mesmo, realizamos tudo com a nossa médica fisiatra. Logo, o paciente fica no aguardo e quando o equipamento chega, nós entramos em contato com a pessoa”, completou o coordenador da OPM.

Conforme informou a analista administrativa da OPM, Edcllea Rodrigues, a equipe oferece toda a assistência e o suporte necessário para o paciente, mesmo após a entrega dos equipamentos. “Nós vemos a grande necessidade desses pacientes. E que, quando recebem uma cadeira motorizada, por exemplo, eles precisam ainda de uma manutenção, de ajustes e orientação, adaptação, um conserto e hoje a oficina auxilia de uma forma geral, não apenas fazemos a dispensação, mas a gente dá a manutenção desse benefício que oferecemos ao paciente”, disse.

Confira mais algumas imagens da ação abaixo: